Projeto “Holograma” chega a Espinho
Cultura

Projeto “Holograma” chega a Espinho

O Projeto "Holograma da Casa na Área Metropolitana do Porto” chega a Espinho entre 21 e 24 de outubro com espetáculos no Auditório de Espinho, procurando reproduzir a vivência da Casa da Música possibilitando "experiências musicais com raiz pedagógica e educativa, mas, principalmente, ir ao encontro das pessoas que mais cuidados carecem”. 

O "Holograma" tem como objetivo abrir a programação da Casa da Música, aos 17 Municípios da Área Metropolitana do Porto, "a públicos sem práticas culturais, criando momentos emotivos que os vinculem à música mais erudita, através do acesso a uma programação muito variada e especialmente concebida para o feito”. 

Os concertos e atividades educativas são produzidos no âmbito de uma programação especialmente concebida para o concelho de Espinho, com a qualidade artística e os cuidados de produção que caracterizam a Fundação Casa da Música.  

As manhãs de quinta e sexta-feira serão dedicadas à exibição de dois espetáculos educativos "Les Feuilles Mortes” e "Bebéthoven” já apresentados pela Casa da Música, destinado exclusivamente às escolas do concelho. Estes espetáculos são abertos ao público em geral no sábado e domingo.   

O espetáculo de intervenção comunitária (Ó Maria, vem cá ver...  a Feira de Espinho!) produzido sob orientação da Casa da Música junto da comunidade local terá lugar na quinta-feira e domingo.  

Os espetáculos são gratuitos e limitados à lotação da sala (284 lugares). Os bilhetes podem ser levantados a partir de 18 de outubro na Academia de Música de Espinho (máximo de 4 bilhetes por pessoa). 

O projeto "Holograma” é organizado pela Área Metropolitana do Porto (AMP) e Casa da Música do Porto tendo como parceiros o Município de Espinho,  Academia de Música, CerciEspinho, Centro Social de Paramos e Associação Desenvolvimento do Concelho de Espinho (ADCE).   

Programa:

21 de outubro:
22 de outubro:
23 de outubro:                          
24 de outubro: